Dicas para fazer o risoto perfeito

A culinária italiana é sinônimo de três alimentos; pizzas, massas e risotos. Destes três, o risoto é o meu favorito, mas como você consegue aquela consistência perfeita? Aqui estão minhas principais dicas.

Temperatura

É tudo sobre a temperatura, você quer mantê-la constante. O vinho deve ser aquecido e o caldo deve ser fervido suavemente antes de adicionar. Por quê? Se o caldo ou o vinho estiverem frios, isso ‘chocará’ o arroz e fará com que o exterior lasque e cozinhe mais rápido do que o núcleo, deixando-o com uma parte externa encharcada e uma parte interna dura do grão.

Temperatura do fogão

Na mesma linha da dica acima, mantenha o fogo médio, pois cozinhar em fogo alto terá o mesmo efeito.

Torrar o arroz

Revestir o arroz com azeite/manteiga e aquecer antes de adicionar os líquidos ajuda o arroz a absorver o caldo sem ficar encharcado.

Verifique a absorção

Passe uma colher de madeira no fundo da panela para verificar quando cada concha de caldo foi absorvida, se ele se separar e ficar assim por alguns segundos, você pode adicionar a próxima concha.

Seu risoto finalizado deve ser descrito como ‘viscoso’, em outras palavras, deve escorrer da colher e não grudar nela como um mingau pesado. Se, após descansar, estiver muito grosso, adicione um pouco mais de caldo ou água para soltá-lo.

Sirva imediatamente

Assim como o macarrão, o arroz para risoto continuará a absorver líquido enquanto estiver quente, então quanto mais tempo você deixá-lo, mais duro ele ficará.